domingo, 12 de abril de 2015

Que futebol é este?


Que futebol é este que o Sporting oferece aos seus adeptos (mais uma vez em força no Bonfim)?
Que jogadores são estes, que têm imensas dificuldades em fazer um passe, segurar a bola, conseguir gerir o jogo e controlar um adversário fraco?
Como é possível o número elevado de cruzamentos, em vez de procurar outras (e melhores) soluções?
Qual é a inteligência que Jefferson apresenta para, nos últimos segundos, sofrer uma falta junto à área do Vitória, mas optar por seguir e perdê-la, dando um lance de contra-ataque perigoso, com a equipa em inferioridade, que podia dar o empate?
É incrível o que, nesta fase da época, este Sporting (NÃO) joga.



Que futebol é este, que continua a ter árbitros como esta amostra que esteve no Bonfim? O Sporting fez 17 faltas e levou 6 amarelos e 1 vermelho!! O Vitória fez 15 faltas e levou 1 amarelo e 1 vermelho (sendo que o vermelho não resultou de uma falta). 
O que fez Ewerton de tão grave para ser expulso? 
A facilidade com que se marcam faltas contra ao Sporting e se dá amarelos aos seus jogadores não tem paralelo nas restantes equipas da Liga.
Que árbitros assistentes são estes que tiram foras de jogo incríveis ao ataque do Sporting mas permitem outros tão maus ao adversário?

E sim, o resultado esteve em perigo porque o trio de arbitragem assim o permitiu. Todos os que estavam a ver o jogo (estádio e tv) sabiam que, após a expulsão de Venâncio, Benquerença ia voltar a "equilibrar" a partida. A questão era: será Ewerton? Jefferson? Tanaka? Foi o primeiro que fez (?) falta. Benquerença parecia que estava a reviver uma famosa meia-final da Taça de Portugal no Dragão, onde procurou Caneira (o único com amarelo), no meio de uma confusão para o expulsar e ajudar o seu Porto a regressar ao jogo e ao empate. É bonita esta postura revivalista de Benquerença, dando valor a episódios simbólicos e marcantes da sua carreira e que fizeram a sua História neste "nosso" futebol.



Já nada disto nos entristece nem surpreende.
Infelizmente, este futebol (o português e o do Sporting) é demasiado previsível (e mau).



ps: estás a ver Marco? Afinal há mais jogadores no plantel (Mané, Tanaka e Rossel).

20 comentários:

FCS disse...

Não querendo ser novamente apelidado de brunista e insultado mas apetece-me dizer que:

1 - Vamos em Abril e a equipa joga pior agora do que em Outubro...

2 - Excluindo o Carrillo praticamente não vejo evolução nos jogadores pelo contrario. Hoje são os mesmos ou piores jogadores do que eram no início da época.

3 - Já não estão o Mauricio e o Nabiças e a equipa continua a defender mal...

4 - A equipa parece estoirada, refiro-me aos habituais titulares, Jefferson, Adrien, Slimani...

5 - Realmente parece que há mais de 3, 4 ou 5 jogadores, não para serem titularissimos mas certamente para terem minutos...

Ahh o Venâncio devia ser ter visto vermelho directo, por pontapear o jogador do Sporting.

P.S. 9 pontos perdidos entre o Belenenses e o Paços...

The Cure disse...

Caros FCS & Cantinho

eu nao escondo que gosto de BdC.
Não tenho qualquer problema em dizer que bdc se enganou com este treinador.

é normal, isto é como os melões. E que melão está a sair este ms.

alguem explica levar o Gauld e ficar de fora? nem na B joga.

escolhe sempre os mesmos. Não foi buscar os iuris e outros que tais pq nao quis.

o montero de repente é terceira opção.

e nao esquecer o jogo medonho q fizemos contra o nacional. Embora reconheça q estivemos sempre por cima.

vamos lá ver se pelo menos nos oferece a taça.

o olarápio sempre no seu melhor. Incrível.

o cartão amarelo ao jefferson é ridículo. A expulsão do Ewerton ... enfim. Bem lembrado essa do Caneira,Cantinho.

Abraço

The Cure disse...

https://www.youtube.com/watch?v=dBOZ3dpRlBc

por falar no Marco Silva e aqui mto vem a responder.

The Cure disse...

Muito bem* perdão

Anónimo disse...

É incrível como há quem consegue dizer que o Marco Silva não consegue fazer melhor porque tem um plantel fraco. Qual foi a última vez que tivemos um plantel com esta qualidade?

Eu nem costumo falar muito das convocatórias mas acho uma tremenda falta de bom senso o que tem sido feito com Gauld. Já não é a primeira vez que o impede de jogar na B para depois o mandar para a bancada. Ridículo no mínimo.

De resto foi a tarde do costume. Marco Silva fala muito bem nas conferências de imprensa mas não consegue por a equipa jogar um caracol. Não há ideias, não há colectivo, não há fio de jogo... A única coisa que existe é o tradicional "chutão" e os 1001 cruzamentos para área. Isto é futebol de equipa grande?

PS: O lance em que o Ewerton leva o 2ª amarelo é simplesmente para rir. Só em Portugal é que se marcam "faltinhas" destas.

Cumps,
RMSCP

Cantinho do Morais disse...

FCS,

As limitações da equipa bem como o decréscimo de produção e qualidade são óbvias. Não se entende. Temos hoje um melhor 11 do que se tinha em Outubro, até pelo facto de se ter 3 centrais quando antes não se tinha nada, zero.
A equipa está fisicamente e mentalmente de rastos. Depois do jogo com o Benfica e Porto (onde tudo ficou resolvido), a equipa técnica tinha que começar a gerir o plantel e as expectativas e motivações deste até ao fim da época.
Mas faz tudo ao contrário. Jogam sempre os mesmos e, neste momento, há uma desvalorização brutal de elementos que, em condições normais seriam titulares, ou opções muito credíveis. Refiro-me a Montero, Cédric e Martins.


The Cure,

Eu acho que Gauld foi convocado devido à lesão de William. Não estou a dizer que concordo com a sua ida para bancada (quando no banco ficou... Capel).
A Taça? Estes jogos deviam ser a preparação para o jogo mais importante da época. Acha que estamos a preparar-nos bem? E o Braga, como é que se está a preparar?
O cartão ao Jefferson foi outro regalo. Na 2ª parte, no mesmo lugar, o J. Mário é varrido por um sadino. Olegário vai lá dizer "acabou". E foi só isso. Normal.


RMSCP,
Fico sempre descansado quando ouço a avaliação ao jogo do Marco Silva. Penso, "boa, ele também viu o que eu vi e sabe quais são as nossas deficiências. Agora vai trabalhar nelas." Ainda espero por esse dia...
O número de cruzamentos que fazemos, bem como as saídas com pontapé para a frente são de equipa de Inatel. O Sporting só vence se tiver a ganhar em 1º lugar. Mudar um resultado nunca irá acontecer porque nós atacamos (?) da forma como as equipas gostam de defender.

Falta do Ewerton? Onde? Ele sabia que tinha de expulsar alguém. Bastava que um adversário caísse junto de Ewerton, Jefferson ou Tanaka.
Além do amarelo e expulsão, o pior foi ter arranjado uma oportunidade de golo para o Vitória, que só dessa forma seria possível. E se tivesse sido golo?

Anónimo disse...

Cantinho, anda desatento? Se não anda, parece. Que futebol é este? É o futebol de uma equipa cujo treinador foi despedido em Dezembro e só não foi formalizado o despedimento porque o "presidente" não tinha "papel" para a indemnização e teve medo dos adeptos e da reacção dos corpos sociais. É o futebol de uma equipa que já não tem nada a ganhar no campeonato, apenas pode perder o terceiro lugar, e para quem ganhar ao Braga na final da Taça será um resultado normal, mas perder será um desastre.

É o futebol de um clube em que há uma total indefinição para a próxima época, indo mudar mais uma vez de treinador e tendo jogadores importantes que não querem renovar, para os quais já só se procura que não reforcem os nossos rivais. É futebol de um clube em que os aumentos salariais ainda não saíram no papel. É o futebol de um clube que tem um tecto salarial ridículo e portanto mal um jogador se evidencia passa a ser impossível mantê-lo.

Mas ainda bem que o próximo treinador vai ser melhor do que este, pois nunca irão faltar laterais no banco e o Gauld nunca mais vai para a bancada. Estará tudo resolvido. Na "pole position" de novo para 2015/2016!

Cantinho do Morais disse...

Caro Anónimo,

"No further questions".
Está tudo aí. É fácil perceber o porquê deste (triste) futebol leonino.

FCS disse...

E como não poderia deixar de ser tudo se resume ao Bruno.

Assim ele deixe o clube e certamente voltaremos a ter um Sporting pujante e ganhador!

Anónimo disse...

"Assim ele deixe o clube e certamente voltaremos a ter um Sporting pujante e ganhador!"

Para fazer igual ou pior aos outros, mais valia ele não ter chegado a entrar.

Koba disse...

Contra a corrente:

1. Quantas vezes vemos os treinadores dos nossos adversários (supostamente mais beneficiados do que nós) retirar de campo elementos que todo o país está a ver que vão para a rua à falta seguinte? O exemplo não se aplica aqui rigorosamente, bem sei. Mas demonstra que todos, mas mesmo todos, têm que estar atentos a este tipo de detalhe. Foi evidente para todos que o Olegário à primeira oportunidade ia igualar as coisas. Tinha que se meter gelo no jogo durante uns 10 minutos.

Conheço o argumento: "mas deixamos de denunciar esta vergonha? temos que nos habituar a isto?" Não, não temos. Mas quando vemos que está a acontecer, temos que fazer o que fazem os outros - gerir com inteligência.

Aposto, pelo contrário, que o treinador do Vitória deu instruções muito claras para provocar duelos com o Ewerton e cair à primeira oportunidade...

2. FCS/TheCure/RMSCP/Cantinho: não creio que o plantel seja tão forte quanto todos pensamos (eu próprio, por vezes). Dos que jogaram ontem, pergunto: quantos tinham lugar no FCP ou no Benfica?

No ano passado, por esta altura, tínhamos mais 6 pontos do que temos hoje. Mas eu já olhava (e se calhar mal) para o futebol de Leonardo Jardim e percebia (se calhar mal) que precisávamos de algo diferente.

Se olharmos para o percurso de Marco Silva, para o desgaste a que foi sujeito (número de jogos e outras questões que às vezes parece que esquecemos...), para a qualidade das opções que teve inicialmente (fizemos toda a campanha da Champions com Maurício, Sarr e Oliveira), para o que apesar de tudo atingiu (a final da Taça, eliminando, pelo caminho, o Porto no Dragão) e entendo que o Sporting vai cometer um grande erro ao deixar sair este treinador.

3. Algumas notas particulares:

- FCS: dá 3 excelentes exemplos de situações em que não entendo a insistência de Marco Silva. Tanto Jefferson, como Adrien, como Slimani têm substituos claros no plantel que poderiam jogar. Mas (há sempre um mas...) deixámos que a imprensa queimasse Jonathan pelo jogo no Dragão; queremos à força toda Adrien na seleção (ou transferido? será isso?); queremos vender Slimani. Será que é tudo assim tão simples (pergunto)?

SL a todos

Anónimo disse...

Koba,

Repare que o nosso problema nem têm sido os confrontos directos com os rivais mas sim os confrontos com as equipas pequenas. Não temos plantel para ganhar a essas equipas?

Mas mesmo comparando com os rivais, a minha opinião é esta:

- SLB: Ewerton, Jefferson, William, João Mário, Nani e Montero.

- FCP: Ewerton, William, João Mário e Nani.

De momento, torna-se difícil ver qualidade em muitos dos nossos jogadores porque o nosso colectivo é muito fraco. Se tivéssemos um bom colectivo, a qualidade individual também sobressaía. Por exemplo, eu acho o Jonas e o Montero parecidos. A diferença é que o primeiro tem um treinador que consegue extrair as suas capacidades, o segundo não.

Cumps,
RMSCP

Koba disse...

RMSCP, repara que perguntei do 11 de ontem. Acho que o William (o verdadeiro) e o Nani teriam sempre lugar em FCP ou Benfica.

Não concordo com os restantes, sinceramente. O Jefferson no Benfica ainda vá, o Ewerton ainda teremos que esperar mais algum tempo, o João Mário não tiraria o lugar ao Oliver (no Benfica não "há" essa posição) e o Montero convenhamos que não tiraria o lugar ao Lima e muito menos ao Jonas.

Isto dito: se fosse possível analisar o tema sempre na lógica dos confrontos diretos, teríamos obrigação de fazer 90 pontos. Mas isso nem os adversários "diretos" fazem, não é por aí. A profundidade (e a qualidade) de um plantel são determinantes porque a prova é longa, desgastante, há outros compromissos pelo meio, há castigos, lesões, momentos de forma, momentos de crise, momentos de assédio de outros clubes, tudo num caldeirão a ferver de pressão. O nosso plantel, além de jovem, é curto e tem opções de qualidade (ainda) duvidosa. Se nos convencemos do contrário, acredita que nunca vamos aceitar nenhum treinador, nenhum mesmo. Porque é extremamente complicado fazer melhor do que fez o Jardim ou está a fazer o Marco.

E mesmo que se faça melhor, pode nem chegar. Repara que o Leonardo Jardim com 28 jogos tinha 66 pontos; o FCP, este ano, tem 68 pontos nesses tais 28 jogos. Ou seja: um Porto "normal" (a empatar em casa com o Boavista, a perder em casa com o Benfica e a não pontuar na Madeira) ficaria à frente de um Leonardo Jardim que ganhou jogos em Guimarães, em Arouca e no Restelo com muita sorte à mistura.

É bem + difícil do que parece. E mudar pode muito bem representar não um, mas dois tiros nos pés...

Anónimo disse...


Andam por aqui uns brunistas a atacar o treinador, mas esquecem-se que lhe deram um plantel escasso, porque o BdC em vez de reforçar a equipa principal com os jogadores que prometeu, resolveu reforçar a equipa B.Alguns desses reforços nem sequer lá jogam agora!

Claro está que o treinador para se aguentar no 3º lugar tem sido obrigado a utilizar sempre os mesmos, porque olha para o banco e a equipa B´e não vê ninguém capaz de substituir os titulares com um rendimento idêntico.

Eles os brunistas, falam a faltar de capacidade do treinador, mas não apontam a falta de conhecimento e de competência do BdC para estar à frente do Clube e tomar decisões para as aquisições dos jogadores como está provado.

Desviam a sua decepção para cima do MS, porque seria demasiado doloroso para eles de reconhecerem que se enganaram com o BdC.

Anónimo disse...

Koba,

É óbvio que nenhum dos nossos suplentes entra no 11 dos nossos rivais já que também não entram no nosso. Quantos suplentes dos rivais entram no 11 do Sporting?

Aceito a opinião em relação a Ewerton. Ainda precisa de fazer mais uns jogos para demonstrar qualidade. mas não me parece pior que Jardel ou Indi/Maicon. Já o João Mário não tiraria lugar ao Oliver, mas jogaria com ele naquele meio-campo do Porto ou considera que é pior que Herrera? No Benfica joga o Pizzi e penso que João Mário é melhor que ele ofensivamente (defensivamente Pizzi é melhor). O Montero (já tinha referido que é parecido com o Jonas) para mim é melhor que o Lima.

Mas como disse é difícil avaliar a qualidade dos nossos jogadores quanto praticamos um futebol que não potencia em nada as suas qualidades.

Claro que existem sempre falhas. Nem as melhores equipas do mundo ganham sempre. Mas nós perdemos demasiados pontos contra equipas pequenas. Eu não posso aceitar que se diga que o plantel tem pouca profundidade. O ano passado é que tínhamos esse problema. Temos alternativas válidas para quase todas as posições. Se tivesse existido uma gestão melhor do plantel, talvez agora tivéssemos a colher os frutos da mesma...

Eu não considero que o LJ tenha feito algo por aí além. Apanhou uma das piores equipas do Porto nos últimos anos e teve alguma sorte à mistura nos jogos finais. Mas temos que analisar o contexto: o LJ apanhou uma equipa muito desmotivada que vinha da pior época da história do Sporting. Já Marco Silva teve, para mim, todas as condições de lutar pelo título (não confundir com ganhar).

Eu já não acredito neste treinador mas é claro que se for para ir buscar um Paulo Sérgio ou assim prefiro este obviamente.

Cumps,
RMSCP

FCS disse...

Prefiro fazer um outro exercício.

Não trocava nenhum jogador da defesa e estou a incluir o guarda-redes com os do Benfica.

Trocava sim era a maneira como funcionam em conjunto.

O Jardel é uma espécie de Maurício versão LJ, funciona dentro de processo defensivo bem trabalhado. Qualquer um dos nossos 3 centrais é muito melhor jogador.

O William também é bastante superior, o Nani parece-me melhor que o Salvio.

Seria curioso ver o que o Jesus conseguiria fazer com o João Mário e com o Montero.

Perder 9 pontos com o Paços e com o Belenenses, empatar com esta Académica, aquele empate com o Moreirense (aquela exibição)... é mesmo porque a equipa não tem soluções? Não é demasiado simplista?

Destes pontos todos "bastava" não ter desperdiçado metade e ainda estaríamos na luta, que é o que se pede e sim o que se exige.

Koba disse...

FCS,

Não deve ser por coincidência que:
- os dois melhores planteis estão nos 2 primeiros lugares;
- o terceiro melhor plantel está em 3º lugar;
- o quarto melhor plantel está em 4º lugar;
- os dois piores plantéis estão nos 2 últimos lugares.

Isto acontece por algum motivo. O que o FCS pretende é que o Sporting faça mais do que supostamente pode fazer (a tal lógica, que o próprio presidente assume, do "fazer mais com menos"). Eu também quero. Mas temos que ter consciência de que este princípio, fazer mais com menos, parte de um pressuposto com o qual o próprio presidente está de acordo: temos menos.

Pense nisto:
- o Porto anda há semanas sem o seu melhor jogador (Jackson), alguém deu por isso?
- o Benfica andou semanas sem um dos seus melhores jogadores (Gaitan), alguém deu por isso?

Não é por acaso.

Se fôssemos adeptos do FCP, eu até entenderia a exigência - porque aquele plantel obviamente tem que dar para mais. Mas olhar para o nosso plantel e dizer (como diz o FCS, as palavras são suas) que qualquer um dos nossos 3 centrais é melhor jogador do que o Jardel parece-me que acaba por negligenciar que:
- só um deles foi opção na 1ª parte da época;
- o segundo faz a primeira época na I liga;
- o terceiro chegou em janeiro.

Comparando com um jogador que está ali há 4 anos, jogou muitas vezes (mesmo antes desta época) ao lado do atual companheiro de defesa, sob o comando do mesmo treinador, etc

Falar de trocar o coletivo... claro, eu também trocaria o coletivo que treina junto há pelo menos 4 anos (com exceção do DE, não por acaso o elo + fraco) pelo nosso que treina há 3 meses.

Cantinho do Morais disse...

Koba, RMSCP, FCS e Anónimo,

Obrigado pelas excelentes trocas de ideias e discussão que têm gerado por aqui. Isto estava um pouco sonolento (mea culpa) e abanou. Vamos lá se ajudo:

"- o Porto anda há semanas sem o seu melhor jogador (Jackson), alguém deu por isso?
- o Benfica andou semanas sem um dos seus melhores jogadores (Gaitan), alguém deu por isso?" - Koba

Calma lá. O Porto tem um plantel brutal. O Porto, com JJ, já tinha sido campeão em Fevereiro. Não é destas contas...

O Benfica? Não podemos olhar, nos dias de hoje (e para as exibições, na Luz, em meados de Março/Abril) e deixar o que está para trás e dizer: O Benfica é muito forte!
Agora, é! Foi sempre assim? Claro que não!
O Benfica (sem Gaitan, J. César, Amorim, Fejsa, enfim, os lesionados de longa duração), venceu muitos jogos que não mereceu. Venceu muitos pontos que não mereceu. E, além de não merecer (acontece, por vezes, ganhar quem não merece), venceu porque foi ajudado. E isto não é conversa de "calimero" ou de desresponsabilização, é conversa factual.

Do plantel do Benfica, eu queria o Luisão, J César, Ola John, Gaitan, Lima e Jonas. Mais nada! (e o JJ, se pudesse ser).


O nosso plantel é bom e daria para um 3º lugar à vontade, talvez 2º mas com clara aproximação ao 1º, o que não existe. As limitações do plantel são da responsabilidade da Direcção, mais nada. E tem de assumir isso, da mesma maneira que assumiu "pole position". Não aceito que só se dirija o discurso para uma/duas partes (técnico e jogadores).

Agora o que é óbvio, é que não usamos, em campo, todos os melhores recursos do plantel. E, pior, para o ano já cá não estarão muitos deles e os sportinguistas nem se importarão (Montero, Martins, Cédric e Patrício).

Slimani tem 1 golo a mais que o Montero! 1 golo!!

Marco Silva vai sair. É o desejo dele e do Presidente. Podia ou deveria ter feito melhor? Eu acho que sim.
E o que me preocupa mais, para esta época, é que a nossa preparação para a final da Taça é medonha. Estamos a jogar cada vez pior. E o Braga não.


Após o jogo em Paços de Ferreira, escrevi isto sobre o André Martins (mas posso estender isso ao Montero e Cédric, que vão sair pela porta pequena e vão brilhar em outro lugar; e estiveram aqui, ao pé de nós, enfim...):

"- Nem sabem o que custa ser do Sporting;
- Nem sabem o que custa ver o Sporting a desperdiçar (constantemente) os melhores;
- Nem sabem o que custa ver o que o Sporting lhe tem feito (todo o seu universo: dirigentes [renovação], técnicos [posição onde joga (pouco)] e adeptos);

Um dia alguém o aproveitará, para bem do André, do clube que o recebe e da selecção.
O único a perder (e já perde) será o mesmo de sempre, o Sporting."


Eu não quero que o Marco Silva se vá embora. Em 4 épocas, 7 treinadores, é demais... Mas o plantel, para a próxima época será bem pior. E a exigência maior. Tem tudo para não correr bem.

RG disse...

Cantinho,

Concordo contigo quando falas que o FCP tem um plantel à parte. Do mais utilizado por Lopetegui só não gostava de ver em Alvalade, Herrera e os 2 centrais.

Quanto ao Benfica a história é outra... Acho que a mais valia deles se chama Jorge Jesus!
Não os vejo com um plantel assim tão superior. Só gostava de ver de verde e branco:Luisão, Gaitan e Jonas...E deste três apenas vejo Luisão e Gaitan, a 10, com estatuto de indiscutiveis no 11. Quanto a Jonas Jonas via-o a rodar com Montero.

Claro que também trazia JJ. Acredito que mesmo com o actual plantel faríamos mais do que fizemos. Ele é para mim o melhor treinador português e, qualquer que o tenha a comandar a equipa, está mais perto de vencer.

SL

Cantinho do Morais disse...

RG,

Estamos em sintonia. Do Porto, além dos centrais e Herrera, também não queria o Casemiro e Quaresma.
Quanto ao Benfica e a JJ, estamos de acordo.
O que seriam Montero, Martins, William, Nani, Carrillo e J. Mário nas mãos do JJ? (A bola era nossa)
Infelizmente, no Sporting, nunca o saberemos.

abraço